sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

A tal da segurança

O ser humano é interessante. Sempre procurando o amor definitivo e a tal da segurança. Logo ele, capaz de morrer no próximo minuto, sujeito à primeira ventania, e sem a menor chance diante do menor maremoto.

A segurança não existe. A gente inventou. E isso dói.



Oswaldo Montenegro. In: A vida é bela

Nenhum comentário:

Postar um comentário