sábado, 13 de outubro de 2012

Alegrias da solidão

"Estava tudo tão tranquilo que ela poderia julgar-se numa aldeia calma. Neste momento não lamentava que Pierre não se encontrasse ao seu lado, pois existiam alegrias que não poderia gozar na sua presença: todas as alegrias da solidão."


Simone de Beauvoir. In.: A Convidada

Nenhum comentário:

Postar um comentário