quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Sempre acesa

Mesmo enrolada de pó,
dentro da noite mais fria,
a vida que vai comigo
é fogo:
está sempre acesa.

Thiago de Mello


Nenhum comentário:

Postar um comentário