sábado, 4 de dezembro de 2010

Do destino

O destino tanto pode ferir quanto abençoar uma pessoa. Surpreendo-me a perguntar por quê, em meio a tantas pessoas que existem no mundo, tantas que eu poderia ter amado, tinha de me apaixonar justamente por alguém que eu estava destinado a perder.


Nicholas Sparks. In: Uma carta de amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário