quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Distância


não possa tanta distância
deixar entre nós
este sol
que se põe
entre uma onda
e outra onda
no oceano dos lençóis



Paulo Leminski. In: Melhores Poemas


Nenhum comentário:

Postar um comentário