domingo, 29 de agosto de 2010

Sou Eu

(...)

Quanto fui, quanto não fui, tudo isso sou.
Quanto quis, quanto não quis, tudo isso me forma.
Quanto amei ou deixei de amar é a mesma saudade em mim.

(...)

Fernando Pessoa/Álvaro de Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário