segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Realista

"... dessa vez era um amor mais realista e não romântico; era o amor de quem já sofreu por amor."

Clarice Lispector. Uma História de tanto amor. In: Felicidade Clandestina

Nenhum comentário:

Postar um comentário