terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Entrevista

CAROS AMIGOS: Se tivesse que ser crítico de seus poemas, quais temas você diria que são mais recorrentes?
.
MANOEL DE BARROS: Acho que ser gente é o tema mais recorrente. Ou não ser gente. Se o tempo não é humano eu humanizo. Amarro o tempo no poste para ele parar. Boto a Manhã de pernas abertas para o sol. Me horizonto para os pássaros. Uma ave me sonha. O dia amanheceu aberto em mim.
.
.
Manoel de Barros, em entrevista à Revista Caros Amigos
.
Manoel de Barros, lindo-lindo, para começar bem o mês. ;)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário