sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Metade

A gente se apertou um conta o outro. A gente queria ficar apertado assim porque nos completávamos desse jeito, o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro. Tão simples, tão clássico.

Caio Fernando Abreu. Terça-Feira Gorda. In: Morangos Mofados
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário