sábado, 31 de outubro de 2009

Flor de Ir Embora - Maria Bethânia



Flor de ir embora
É uma flor que se alimenta
Do que a gente chora.
Rompe a terra, decidida,
Flor do meu desejo
De correr o mundo afora.
Flor de sentimento
Amadurecendo, aos poucos,
Minha partida.
Quando a flor abrir inteira.
Muda a minha vida.
Esperei o tempo certo.
E lá vou eu, e lá vou eu
Flor de ir embora, eu vou
E agora, esse mundo é meu.


[Composição: Fátima Guedes]

Nenhum comentário:

Postar um comentário