terça-feira, 1 de setembro de 2009

Fogueira Acesa

Custava-lhe esforço aquela decência tranquila, aquela face calma - nervosa, no cansaço da noite maldormida, da luta inglória contra o desejo em brasa do seu ventre. Por fora água parada, por dentro uma fogueira acesa.

Jorge Amado. In: Dona Flor e Seus Dois Maridos

Nenhum comentário:

Postar um comentário